Evento do Século!? Um pouco sobre o Cometa Halley!

ANÚNCIO

Eventos astronômicos são magníficos por si só, mágicos, como Superluas, Eclipses, e também a passagem de cometas, como o Cometa Halley, que para muitos pode ser considerado como o evento do século. Isto se dá porque, a passagem do cometa em proximidade com a Terra que permite sua visualização ocorre a cada 74–79 anos, sendo que pode acontecer de passar duas vezes no mesmo século, mas não é muito frequente.

Origem do Nome Halley

O nome do cometa vem em homenagem ao astrônomo inglês Edmond Halle, o grande responsável por determinar a sua periodicidade. A descoberta aconteceu no ano 1705, onde é descoberto que o seu período orbital é de aproximadamente 75,3 anos! O Cometa Halley também conhecido por outro nome 1P/Halley foi descoberto no ano de 1696.

A descoberta da periodicidade do Cometa é um grande marco, porque até então existem vários registros da passagem do Halley na história da humanidade. Mas não se suspeitava que se tratava do mesmo objeto, é a partir da descoberta de Edmond que foi possível ligar os fatos e compreender a importância, e presença desse cometa na nossa sociedade.

Tamanho e Aparência

Embora seja visto “pequeno” da Terra, de pequeno ele não tem nada! Suas dimensões são de 15 quilômetros de largura e 8 quilômetros de altura e sua massa é de 2,2×1014 kg (2 230,8 Quilogramas), relativamente “leve”, se comparado com outros objetos celestes.

O grande espetáculo do cometa se dá pela sua Calda ou Cabeleira, que como todos os cometas assim que se aproximam do Sol os ventos solares faz com que alguns dos matérias de sua composição formem uma calda. No caso do Halley ela se estende por cerca de 10 mil quilômetros de diâmetro. A cor da calda é proveniente da composição dos materiais com o contrate da luz do sol, que no caso possui a cor branca!

As aparições do Cometa Halley

A primeira observação do Halley relata de 240 a.C. Com registro em alguns escritos chineses e babilônicos. Desde então já foram registradas 30 aparições do cometa ao longo da história. Sendo ultima aparição registrada no século XX em 9 de fevereiro de 1986 (34 anos atrás). A estimativa para que ele volta a dar “as caras” por aqui é por voltar de 2061.

ANÚNCIO

Mas o cometa está cada vez mais perdendo o seu brilho, a cada ano que passa. Na verdade o cometa segue majestoso como sempre, o problema é a nossa visualização dele que está sendo afetada devido ao grande aumento da poluição luminosa. Graças a isso, a observação a olho nu do evento em suas ultimas passagens se torne cada vez mais difícil e “frustrante”.

Um dos motivos de sua valorização e fama, por nós talvez se dê pelo fato de que, sua observação só pode ser feita uma vez na vida, mas raras exceções algumas pessoas conseguem observar ele duas vezes.

Confira também mais curiosidades Astronômicas aqui no News Geek!

ANÚNCIO

Matheus Henrique

Estudante de Sistemas de Informação, um amante de games, animes e tecnologia no geral. Além de escritor para o News Geek, escrevo também para alguns outros sites, que pertencem ao Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo