Dificuldade de Aprendizagem?! Dicas que podem te ajudar.

Pessoas que possuem dificuldade de aprendizagem, tendem a possuir um pessimismo consigo. Contudo, é possível aprender métodos que ajudem a melhorar a capacidade de aprendizado. Porém, não é da noite para o dia que o aprendizado irá surgir dentro da mente. Requer esforço, e dedicação, e claro, é incômodo no início. Mas, com o tempo e dedicação, verá que os resultados através do acumulo de esforço não é em vão.

Dito isso, não é incomum possuir dificuldade de aprendizagem, pelo contrário. Inovação e tecnologia são muito agregadas e facilitam muito o estudo. Contudo é assim que pode fazer o efeito reverso, afinal internet possuí de tudo. Ou seja, da forma que pode aprender com conteúdos relevantes, pode se afundar com distrações e perca de controle não sabendo dosar o excesso de informação.

Mas, não a nada que, com esforço e um tempo diário e mudanças de hábitos te ajude a evoluir. Então, com algumas mudanças, é possível ajudar seu corpo e mente a trabalharem de uma forma mais eficiente, tendo um resultado satisfatório, ajudando tanto na vida pessoal, ou profissional.

Dicas que podem te ajudar caso tenha de aprendizagem.

Veja essas dicas que fará a diferença na hora de estudar, ou trabalhar. Lembrando que, os passos para se ter um bom aprendizado, é tão importante quanto aprender em si. Contrário, estaria estudando de maneiras aleatórias. Além disso, se tem algo que nosso cérebro não gosta, é confusão, por isso é útil saber formas que podem ajudar a manter tudo em ordem.

Possuir uma metodologia e rotina de estudo ajuda no processo de aprendizagem

Saber separar e definir uma metodologia é essencial para se ter uma rotina de estudos

Tratando de estudos, logo em mente vem o fato de que deve se ler bastante, fazendo vários cálculos matemáticos, passar horas e horas em frente a um computador. É bastante útil e um diferencial para aqueles cujo não possuem dificuldade de aprendizagem, mas não é tudo, algumas coisas é necessário saber separar. Não adianta jogar uma quantidade de informação excessiva e não saber como processar cada uma. É importante saber separar funções que ajudem a fixar e entender o conteúdo. Assim, é possível saber onde quer chegar, sem ter que sobrecarregar a si mesmo. Veja uma pequena lista de itens que podem ajudar no processo de metodologia de estudo.

  • Definir o assunto;
  • Dividir o assunto em tópicos;
  • Defina um tópico de estudos por dia da semana;
  • Estipule um prazo de estudo por dia;
  • Revisões do tópico no dia seguinte antes de iniciar um novo tópico;
  • Explique o que você aprendeu para alguém (ou para você mesmo, em voz alta);
  • Comece um novo tópico.

Esses são passos básicos para se construir uma rotina de estudo. Podendo ser anotado com facilidade, seja caderno, quadros, até mesmo post-its. Contudo, é importante seguir uma linha de forma gradual, sem engolir tudo de uma única vez. Assim, seu cérebro terá mais tempo para processar a informação e aos poucos as conexões neurais vão sendo criadas do novo aprendizado.

Concentração em foco e difusa?

Sabemos a importância de manter o foco em algo. Assuntos mais difíceis de se interpretar requer mais atenção. Mas, a dificuldade e sensação de passar horas e não entender nada, é comum.  Mas, não que seja algo bom. Temos dois tipos de concentração, sendo uma focada e outra difusa. Entendendo-as, torna mais fácil.

Em uma concentração focada, estamos altamente centrados em algo, o foco é só aquilo. Onde está focado de maneira que tira até a fome, chegando a nem perceber o tempo passar. Este tipo de concentração é chamado de foco. Mas não dura muito tempo. Por isso, é preciso intercalar com a concentração difusa. Com a concentração difusa, você é capaz de perceber a ambientação ao redor de maneira mais ampla. Prestando atenção em outras coisas de uma forma mais fácil. Sendo assim, uma ótima forma para o cérebro absorver informações conquistada no foco anterior. Onde após alguns minutos de concentração difusa, é capaz de retornar para a focada com mais facilidade.

Rever conteúdos ajuda a fixar na mente e fortalece o aprendizado

Revisões é importante seja onde for, principalmente caso tenha dificuldade de aprendizagem. Só o fato de ler um documento, livro, ou somente aulas de 45 minutos, não vai te fazer aprender. Pode até ter a sensação de que “entendeu”, mas, somente revendo o conteúdo, seja da forma que for. Só assim, vai fixar mais o conteúdo na mente.

Possuir objetivos viáveis

Objetivos viáveis ajudam no processo de aprendizado

Quando se tem um objetivo, é mais fácil ir atrás do que precisa, fora a facilidade em aprender, caso seja algo de interesse de quem o busca. Exemplo, caso queira aprender tocar um violão, não será do dia para a noite, ou em 2 meses já vai estar tocando tudo perfeitamente. Pelo contrário, a tentativa antecipada pode acabar lhe frustrando e impedindo o avanço. No caso, porque não ao invés de aprender tocar violão em 2 meses, aprender as notas, e partituras, onde sabendo o que cada tom faz, verá o nível e diferença sonora do qual almejava aos poucos.

Leia Também:

Thalisson Gabriel

Estudante de Analise e desenvolvimento de Software, além de curtir umas paradas nerd, escrevo para o News Geek, e também para alguns outros sites, que pertencem ao Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo