Foguete da SpaceX em breve irá colidir com a Lua

ANÚNCIO

Um foguete da SpaceX de Elon Musk está em rota de colisão com a lua. De acordo com Bill Gray, criador do Projeto Plutão, um site que rastreia objetos próximos da Terra. Espera-se que o foguete caia perto do equador lunar em algum momento de 4 de março.

Embora a queda do foguete “não seja grande coisa” de acordo com os astrônomos e não represente grande ameaça à vida. Contudo, marcará a primeira vez que “lixo espacial” dos Estados Unidos colidiu com a superfície lunar.

“Para aqueles que perguntam: sim, um velho segundo estágio do Falcon 9 deixado em órbita alta em 2015 vai atingir a lua em 4 de março. Mas não é grande coisa”. Twittou o astrônomo de Harvard Jonathan McDowell na quarta-feira, acrescentando que “as coisas deixadas em órbita cislunar [órbitas entre a Terra e a Lua] são instáveis ​​- eventualmente atingirão a Lua ou a Terra ou serão perturbadas na órbita solar”. O foguete parou no espaço, pela primeira vez em 2015 de Cabo Canaveral e fazia parte de uma missão que levava satélites ao espaço.

A queda não intencional do Foguete da SpaceX

Foguete da spacex
Foto/Ilustração.

“Este é o primeiro caso não intencional de que estou ciente. Eu acompanho cerca de uma dúzia de objetos em órbitas “altas” próximas à lua. Principalmente para que as pessoas que procuram asteroides saibam onde eles estão (e possam ignorá-los ; eles estão procurando rochas, não lixo.) Em teoria, com tempo suficiente, esses objetos atingirão a Terra ou a Lua, ou ganharão energia passando pela Lua e serão ejetados em órbita ao redor do Sol”.

Ele acrescentou: “Em cada caso, estou torcendo por um impacto lunar. Já sabemos o que acontece quando o lixo atinge a Terra; Não há muito o que aprender com isso (embora o lixo que atinge a Terra possa ser de algum interesse científico.) Em 2009, um foguete foi deliberadamente impactado na lua na esperança de aprender algo com o material ejetado. Em essência, este é um LCROSS “gratuito”… exceto que provavelmente não veremos o impacto (está do outro lado da lua) e não está em uma área particularmente interessante; O LCROSS foi direcionado ao pólo sul, onde o gelo pode permanecer em crateras sombrias.” Como o evento está ocorrendo em grande parte no lado escuro da lua, não será observável da Terra.

Leia Também:

Thalisson Gabriel

Estudante de Analise e desenvolvimento de Software, além de curtir umas paradas nerd, escrevo para o News Geek, e também para alguns outros sites, que pertencem ao Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo