A Expansão de jogos Mobile durante a pandemia.

ANÚNCIO

Durante a pandemia boa parte da população mundial teve que permanecer em isolamento social em 2020. E com isso, criou uma nova demanda de entretenimento acessível dentro de casa. Devido a esse cenário, os jogos mobile ganharam mais alcance pela praticidade e acessibilidade. Afinal, foram muitas horas de gameplay,  que fez gerar um crescimento de 26% na indústria, segundo dados de empresas especializadas em análise de mercado.

O crescimento dos Jogos Mobile.

Foto - Reprodução.
Foto – Reprodução.

Conforme o crescimento é tão significativo que a tendência é ver esta área da indústria mudando o “mindset” nos próximos ano. Com intuito de melhorar a experiência desses jogadores e, claro, expandir esse mercado que já provou ter uma demanda astronômica.

Conforme levantamento cujo realizo pela Statista, uma empresa alemã de análise de mercado. Cerca de 2.4 bilhões de pessoas estão jogando games mobile neste encerramento de ano em 2020. Além disso, também tem a expectativa de que 2021 esse número chegue a 2.7 bilhões.

Além disso, a pesquisa também reveka que a receita total deste mercado em 2019 foi de U$ 152 bilhões de dólares. Esses números superiores, são gerados por todas as outras plataformas de games juntas, como consoles e PCs. Um grande exemplo dessa evolução no crescimento mobile, é o jogo Among Us.

ANÚNCIO

Conforme dados da NPD, em dezembro, concluiu que são 246 milhões de usuários só nos EUA. Ou seja, isso representa um crescimento com mais de 18 milhões, desde a pesquisa de 2019. Ao todo, os gamers gastaram duas horas a mais por semana jogando – de 13 para 15 horas.

Segundo o relatório Games Market Dynamics (também da NDP), os gastos gerais do consumidor da indústria em jogos de vídeo nos EUA continuaram a quebrar recordes, atingindo 11.2 bilhões de dólares no terceiro trimestre de 2020. Um aumento de 24% em comparação com o mesmo período do ano passado.

ANÚNCIO

Thalisson Gabriel

Estudante de Analise e desenvolvimento de Software, além de curtir umas paradas nerd, escrevo para o News Geek, e também para alguns outros sites, que pertencem ao Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo