Jogos RogueLike? Um dos gêneros mais desafiadores.

ANÚNCIO

No mundo dos games, a variedade de opções é muito extensa, mas tem um tipo de jogos chamado RogueLike! Você já ouviu falar nesse gênero de game? Não? Bem provável de já ter visto algum tipo de game play do tipo, e não saber. Então, que tal descobrir e conhecer um pouco mais sobre esse tipo de jogatina que pode mudar sua perspectiva de jogos.

Claro, as opções de estilos de jogos ao redor do mundo são as mais variadas possíveis, seja em diferentes gêneros, estilos, temas, e etc. Mas, também tem aqueles que parecem ser bastante simples, mas quando se fala da realidade é bem diferente. Estamos acostumados com jogos com aparência de games bem antigos, em mais específicos games em 8 bit. Entretanto, é aí onde somos surpreendidos quando falando desses jogos RogueLike, pois não estamos esperando por algo com tamanho desafios, e é isso que acaba fazendo que joguemos cada vez mais, por que a frustação de não passar por tal fase é muito grande.

Mas, antes de tudo, saiba que qualquer jogo RogueLike, é o tipo especifico dele, não que esse termo seja realmente um jogo, pois se trata de um gênero do game. Assim como jogos de ação, aventura, terror entre outros.

Conheça mais sobre o que é um jogo RogueLike.

Jogos no estilo Roguelike ou rogue-like, é um subgênero de jogos estilo RPG, cujo são caracterizados pela geração de nível aleatória ou procedural durante uma partida. Os mapas por muitas vezes são baseados em ladrilho e morte permanente, e com cenário de temática de alta fantasia.

O gênero Roguelike é descende do jogo Rogue, lançado em 1980. Particularmente espelhando-se no quesito de gráficos ASCII ou Sprite, jogabilidade baseado em turnos, e narrativa alta fantasia. Jogos que seguem todas essas características são conhecido como “clássico” ou “Berlin”. Além disso, há variações de roguelikes, incorporando vários estilos, roteiro, gráficos, sendo também chamados de “roguelike-like”, “rogue-lite” ou “procedural death labyrinths” para refletir que são variações do título original, com algumas pequenas mudanças em cada caso.

O fato do jogo ser diferente dos demais, o mesmo também pode ser chamado de masmorra. Afinal são jogos onde o jogador tem de avançar por níveis que são gerados de maneira aleatória! Além disso, é preciso manter algo conquistado mesmo após morrer e iniciar tudo de novo. O nome do gênero vem do jogo Rogue, lançado em 1980. Hoje, jogos como “Dead Cells” e “Nuclear Throne” são exemplos do gênero.

Exemplos de Jogos RogueLike

Diversos jogos se inspiraram da fonte do roguelike, podendo dizer que a indústria independente talvez seja uma das que mais soube aproveitar essa dádiva. Além disso, um dos responsáveis pela popularização do roguelike é o indie de ação e aventura Spelunky (2008). Nele o jogador controla um espeleologista (spelunky, em inglês, um estudioso de cavidades naturais) que explora uma série de cavernas enquanto conquista tesouros, salva pessoas e desvia de armadilhas e uma variedade de criaturas subterrâneas.

Hades

Hades – Official Gameplay Reveal Trailer | The Game Awards 2018

Em Hades (2020), Zagreus, o filho do senhor das profundezas, deseja escapar do reino de seu pai. E com isso, a cada morte, você perde tudo, mas chaves encontradas liberam atualizações permanentes, construção de novos recursos de suporte para o submundo ou até novas armas.

Dead Cells

Dead Cells – Launch Trailer | PS4

Se tratanto Dead Cells cujo é um roguelike-metroidvania (os de plataforma que lembram Castlevania e Super Medroid). O jogo desenvolvido e publicado pela Motion Twin, seu sucesso o fez sair para praticamente todas as plataformas em 2018. Nele, o jogador assume o papel de uma criatura parecida com um lodo. E com isso, toma controle de um cadáver em uma masmorra, onde seu objetivo é então lutar para escapar de sua prisão.

Por fim, uma boa parte da experiência de se saborear um game vem da proposta e da busca para chegar até o fim, não é mesmo?! Mas, nos jogos RogueLike, onde é aquele tipo de jogo em que, ao morrer, é preciso voltar ao início e fazer tudo de novo. A dificuldade, portanto, é um grande atrativo. Então, você acha que possui autocontrole para não jogar o controle/teclado na parede? Nos conte sua experiência ao jogar esses games desafiadores.

Leia Também:

Thalisson Gabriel

Estudante de Analise e desenvolvimento de Software, além de curtir umas paradas nerd, escrevo para o News Geek, e também para alguns outros sites, que pertencem ao Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo